Cirurgia Plástica e Estética

Cirurgia íntima acaba com a sensibilidade?

Publicado por Thuane Kuchta on 15/mar/2018 15:27:53

Como o próprio nome diz, a cirurgia íntima é a cirurgia estética que visa o aperfeiçoamento da estética da genitália feminina. É íntima também pela forma que a paciente a encara, mesmo cada vez mais popular, acessível e procurada. É frequente ninguém ficar sabendo da cirurgia, ou apenas uma pessoa muito próxima (marido, mãe, etc). Mas, o que muitas se perguntam é: Cirurgia íntima acaba com a sensibilidade? 

Cirurgia íntima acaba com a sensibilidade: sim ou não

Uma parcela considerável das mulheres sentem-se constrangidas com a aparência da região íntima e, realizando algum procedimento, elas têm a oportunidade de esculpir e refinar a região, dando um fim a este problema e revigorando a sexualidade. Então, não, a cirurgia íntima não acaba com a sensibilidade da região!

Pode acontecer uma diminuição da sensibilidade e certo desconforto no local operado após a cirurgia, mas isso é temporário. Já a sensibilidade da região clitoriana, mais importante, não sofre a menor interferência, isso porque a cirurgia não alcança essa região.

Mais tranquila agora para conhecer mais sobre os principais procedimentos que envolvem a região íntima da mulher? Então acompanhe. 

A relação da cirurgia íntima com a vida sexual

cirurgia-intima-acaba-com-a-sensibilidade-1.jpg

Apesar de ser realizada em uma área extremamente íntima, o que devemos deixar claro é que este tipo de procedimento não interfere de maneira negativa na vida sexual, pelo contrário.

Embora seja importante destacar que após sua realização é preciso evitar relações sexuais pelo período de aproximadamente 30 a 45 dias. Após esse prazo a vida sexual pode voltar ao normal, sem nenhum tipo de mudança, a não ser claro, uma maior autoestima por parte da mulher, que se sentirá mais confiante em relação a suas partes íntimas.

Procedimentos mais realizados

Ninfoplastia

Também conhecida como Labioplastia. Visa a redução dos pequenos lábios vaginais. Os pequenos lábios são duas pregas de pele que ficam internamente aos grandes lábios e lateralmente à entrada da vagina. Se aumentados de tamanho ficam aparentes, como uma sobra de pele flácida saindo pela fenda vaginal.

Há mulheres que não se trocam em vestiários por vergonha. Outras não se sentem à vontade com o parceiro no claro. Algumas podem até ter dor na relação sexual ou em exercícios. A candidíase também pode ser frequente em alguns casos.

Redução do Monte de Vênus

A redução do Monte de Vênus é aquela protuberância acima do púbis e abaixo da marca do biquíni. Se aumentado de volume, pode inibir o uso de calças Justas, biquíni e causar constrangimento. Na maioria dos casos, por ser um acúmulo de gordura, uma lipo local resolve.

Nos raros casos em que há também flacidez de pele, geralmente devido à grande emagrecimento, uma retirada de um fuso de pele ajuda a esticar e corrigir o excesso.

Correção dos Grandes Lábios Vaginais

A terceira cirurgia íntima mais procurada é a correção dos grandes lábios vaginais. Eles são as estruturas, que se localizam entre a virilha e a fenda vaginal, geralmente abauladas, escondendo internamente os pequenos lábios.

Com o passar da idade é comum a mulher perder gordura dos grandes lábios, passando a apresentar uma flacidez e redução do volume. Isso pode até facilitar a visão dos pequenos lábios, que poderão aparentar maiores, por ficarem expostos. A cirurgia de correção pode ser o enxerto de gordura nos grandes lábios, para preencher a pele flácida ou, em raros casos, retirar um pouco de pele.

Benefícios - e são muitos 

Comum entre as cirurgias íntimas estéticas, é o fato de serem realizadas com anestesia local, podendo a pacientes retornar ao trabalho de escritório em 3 dias. Tais cirurgias também podem também ser associadas entre elas.

autoestima-com-cirurgia-intima.jpg

A mudança física costuma acompanhar uma igual mudança da autoestima e uma sensação de liberdade e a término do constrangimento em se expor.

Intimidade sem tabus

O primeiro passo é aceitar-se e assumir que tem um problema nessa região, um impasse que reflete em algum aspecto da sua vida, seja na hora de se relacionar-se intimamente com o parceiro ou na hora de vestir-se para academia ou praia, por exemplo. A partir daí, basta que você se sinta à vontade para conversar sobre isso e procure um cirurgião plástico especialista que, antes de tudo, vai mostrar que você não é a única que sofre com essa insatisfação. Existem outras mulheres com o mesmo problema. Por fim, será diagnosticado o seu caso e indicado o melhor tratamento. Mas mesmo que os avanços proporcionados pela medicina sejam inegáveis, lembre-se que o mais importante é ter a consciência que para ter uma vida sexual prazerosa, é imprescindível que corpo e mente estejam saudáveis.

Lembrando que qualquer tipo de cirurgia íntima deve ser realizada por um cirurgião plástico que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e, de preferência, tenha experiência e conhecimento nesse tipo de procedimento.

CTA_Pequeno.png

Para esclarecer outras dúvidas sobre o assunto, vale a pena dar uma olhada ''neste artigo'' - ou assistir algum dos vídeos explicativos no site. 

Topics: Ninfoplastia, Monte de Vênus, Cirurgias Combinadas