Cirurgia Plástica e Estética

Sobre dermolipectomia da Coxa: devo me preocupar com o pós-operatório?

Publicado por Bethânia Lima on 9/mar/2016 10:31:00

dermolipectomia-coxa.jpg

A dermolipectomia da coxa é um procedimento estético e cirúrgico que grande parte das pessoas não conhece - ou jamais ouviu falar. Ela é realizada para ajudar a remover o excesso de pele nessa região da perna, garantindo uma sensação mais natural e esteticamente interessante para pacientes que não se sentem confortáveis com essa parte do corpo.

Se você já sofreu grandes alternâncias de peso em um certo intervalo de tempo na sua vida, que resultaram em maior flacidez da pele nas pernas, provavelmente já pensou nessa alternativa para remover esse desconforto estético. Entretanto, assim como qualquer outra cirurgia, a dermolipectomia da coxa também exige um cuidado pós-operatório para garantir os bons resultados do procedimento. Confira abaixo por que você deve se preocupar com esse período pós cirúrgico.

Complicações podem ser visualizadas após a realização do procedimento

Assim como acontece com qualquer outro procedimento cirúrgico, os riscos de complicações pós operatórias podem aparecer no corpo do paciente após a realização da dermolipectomia da coxa. Esse risco pode ser aumentado ou diminuído de acordo com características individuais do paciente - que pode ter maior tendência ou não a essas complicações - e também com os hábitos praticados por ele após o procedimento cirúrgico.

Sintomas como hematomas, seroma, infecções, necrose, abertura da cicatriz, tromboses, embolias, quelóides e reações alérgicas são alguns dos problemas que podem ser visualizados no pós-operatório da Dermolipectomia da Coxa. Ficar atento ao surgimento desses sintomas é, portanto, uma maneira de controlar maiores complicações nesse período.

Manter hábitos saudáveis é uma maneira de minimizar o risco de problemas

Garantir a manutenção de hábitos saudáveis também é uma maneira de minimizar o risco de problemas no pós-operatório. Manter uma alimentação saudável, rica em fibras alimentares, vitaminas e minerais, evitando alimentos gordurosos e de difícil digestão, além de evitar o consumo de álcool e o tabagismo, são alguns dos cuidados recomendados por cirurgiões após esse procedimento.

Respeite as orientações médicas de repouso

Como a Dermolipectomia da Coxa é realizada em uma das partes do corpo em que ocorre a maior movimentação muscular do nosso organismo, é natural que a principal recomendação médica para o período pós operatório seja o cuidado com o repouso nessa etapa.

O paciente deve evitar, ao máximo, o excesso de movimentos na região, para garantir a cicatrização completa e satisfatória do local (visto que o corte cirúrgico é realizado perto da região da virilha). Por isso ele só deve andar quando for extremamente necessário, e evitar qualquer tipo de atividade física durante o período recomendado pelo cirurgião plástico.

Não seja imediatista para ver os resultados

Muitos pacientes que realizam a dermolipectomia da coxa acabam se mostrando imediatista demais com relação aos resultados do período pós cirúrgico. Essa ansiedade para ver a sua perna do jeito que sempre sonhou, também pode prejudicar a obtenção de um bom resultado final, além de frustrar o paciente, deixando-o desmotivado para realizar os cuidados no pós-operatório.

Tenha em mente que o período de recuperação da dermolipectomia é longo, podendo chegar aos seis meses. Por esse motivo, qualquer alteração física na região observada antes desse período não pode ser considerada permanente. Mantenha sua rotina de cuidados até que seu médico te libere para voltar a seguir sua vida normalmente.

Ficou curioso para saber mais sobre a dermolipectomia da coxa e seus cuidados pós operatórios? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas!

Topics: Cirurgias corporais, Blog, Procedimentos estéticos